Campeonato Brasileiro
[23/10 e 24/10] .::. Atlético-PR x Fluminense / Botafogo x Vitória / Vasco x Flamengo .::.

segunda-feira, 4 de maio de 2009

MUITO EMPENHO, POUCA PRECISÃO

Túlio Souza comemora o empate
Foto: Globoesporte.com
Torcedores do Glorioso,

Passado um dia da grande decisão do estadual, o torcedor alvinegro ainda está de cabeça cheia pelo terceiro vice em três anos. A festa é do Flamengo novamente. Não podemos baixar a cabeça para esses acontecimentos, se aguentamos até aqui, não é agora que vamos desistir. O Vasco já passou por isso, o próprio Flamengo já foi três vezes vice em três oportunidades (1922/23/24 - 1982/83/84 - 1987/88/89) e não deixaram a paixão deles acabar. É hora de se reerguer, o brasileirão vem aí e vamos mostrar ao time o quanto gostamos da atitude deles nesse carioca, inclusive na própria final, com uma reação incrível.

Queria parabenizar ao técnico Cuca pelo primeiro título de importância da sua carreira, infelizmente não foi pelo Botafogo, e também reconhecer a atitude de respeito dele para com a instituição Botafogo e seus torcedores. Enquanto todos os jogadores do Flamengo estavam comemorando o título de forma ofensiva, Cuca permaneceu respeitando o clube que já havia treinado. Exatamente por saber da índole do treinador do Flamengo, que critiquei a torcida, aqui neste blog, após os gritos de "Vice é o Cuca" na conquista da Taça Guanabara. Os comentários não foram muito amistosos, mas agora vocês devem compreender a minha posição sobre essa atitude.

O clima do jogo parecia estar favorável ao time de General Severiano apesar das mirabolantes escalações de Ney Franco que surpreendem a todo mundo, inclusive a ele. O Bota foi a campo num 3-6-1 meio "jogado". O time tinha dificuldade para fazer as jogadas com o meio campo povoado, em contrapartida evitava ataques do Flamengo. E quando estava melhor no jogo, o fogão levou a pior.

Aos 19 minutos, após cobrança de escanteio, a zaga do Botafogo afastou e a bola parecia sem perigo, mas Kléberson cabeceou por cima de Renan acertando o canto oposto do goleiro alvinegro, Angelim ainda chegou para completar. Era o primeiro gol da decisão. Fla 1 a 0. Embora não constinuasse bem na partida, o Flamengo tinha as melhores oportunidades, talvez aproveitando-se do estado psicológico do Botafogo.

A sorte continuava a salvar o rubro-negro. Em falta na entrada da área, Túlio Souza cobrou direto e a bola explodiu no travessão de Bruno, que falhou no lance. Aos 38 minutos, falta na entrada da área. Kléberson cobrou, a bola desviou em Alessandro e entrou. Fla 2 a 0. No lance seguinde Victor Simões bateu forte de fora da área e a bola passou rente a trave esquerda, parecia que a bola não queria entrar em favor do Botafogo. E foi assim até o fim do primeiro tempo.

Na volta para o intervalo Ney Franco sacou Emerson e colocou Jean Carioca. Com menos de dois minutos sem Emerson em campo, o Bota conseguiu um pênalti, até nisso o zagueirão da azar, ficou a impressão de que era ele quem não deixava o glorioso andar. Victor Simões foi para a bola, Bruno deu o lado direito para ele bater, mas Simões bateu no esquerdo, exatamente aonde Bruno pulou para evitar o gol.

As esperanças já haviam acabado quando Thiaguinho arrumou uma falta próxima a área. Juninho cobrou colocado e marcou um verdadeiro golaço para descontar. A torcida do Botafogo começou a cantar o "samba da virada" e se surpreendeu quando o Bota fez o segundo apenas dois minutos depois do primeiro. Leandro Guerreiro ganhou na defesa e lançou para leve desvio de Alessandro que acabou deixando o predestinado Túlio Souza na cara do gol, ele apenas tirou de Bruno e saiu para comemorar. Nesse momento a torcida do Bota comandou o ritmo do Maracanã, os gritos que ecoavam da arquibancada era intenso.

Mesmo em maioria, os rubro-negros sentiram a reação e não cantavam mais, aliás, tem muito membro da imprensa que fica dando lição de moral na torcida do Botafogo que supostamente não comparece. A torcida do Flamengo é 8 (OITO) vezes maior que a do Botafogo, portanto, se metade da torcida não for ao jogo, ainda assim eles serão bem maiores, então é quase impossível o Bota estar com uma torcida maior independente da situação dos times, ontem, eram três flamenguistas para cada botafoguense, quando na verdade, na proporção, deveriam ser oito. Então, antes de criticar, analisem os fatos, pois vocês são os primeiros a encher a boca para falar que a torcida do Flamengo é a maior do Brasil, então, se é assim, eles devem ter mais torcida em qualquer lugar que jogarem.

A partir de então os lances de perigo não aconteceram mais. Fábio Luciano foi expulso pelo Fla, mas nada que desse vantagem ao Botafogo. E assim terminou o jogo, em 2 a 2 com uma reação histórica por parte do alvinegro. Nas penalidades, os quatro cobradores do Flamengo converteram, no Botafogo Léo Silva e Gabriel marcaram, Juninho perdeu o dele e coube a Leandro Guerreiro desperdiçar o último pênalti do estadual. Que venha o brasileiro para que a ressaca vá embora logo.

Um comentário:

Gustavo Neves disse...

O Flamengo já foi tri-vice três vezes, mas nunca para um mesmo clube, e é isso que acaba marcando.

Parabéns pro Botafogo, que montou um time cheio de desconhecidos mas arrumadinho e guerreiro, que valorizou a conquista do Flamengo. Porém o time vai precisar de reforços pro Brasileirão, assim como o Fla.

SRN!