Campeonato Brasileiro
[23/10 e 24/10] .::. Atlético-PR x Fluminense / Botafogo x Vitória / Vasco x Flamengo .::.

quinta-feira, 16 de abril de 2009

QUERER NÃO É PODER

Maicosuel: do golaço no final, ao pênalti perdido
Foto: Globoesporte.com

Torcedores do Glorioso,


O Botafogo está eliminado, mas vale lembrar que esse time tem um poder de reação impressionante. Não desiste e vive lutando contra o relógio, fato que não acontecia nos tempos de Cuca. A força dos últimos minutos do alvinegro já havia marcado presença contra o Madureira, hoje foi contra o Americano, mas desta vez o desfecho não foi dos melhores. Kieza fez o gol do Americano e Juninho e Maicosuel o do Botafogo. O camisa 10 do Botafogo foi de herói a vilão em menos de 10 minutos.

O Engenhão recebeu, pela primeira vez no ano, um público maior do que 10 mil pagantes em um jogo do Bota. Esse público viu um Botafogo disposto a sair com o resultado positivo, um time jogando na vontade, no coração. Com menos de um minuto, Reinaldo cruzou e Victor Simões chegou de carrinho dividindo com o goleiro.

O fogão começou a arriscar os chutes de fora da área, Maicosuel era o que mais tentava. Numa das oportunidades, Reinaldo pegou de primeira e Jéferson fez uma linda defesa. Pouco depois, saiu o gol. Juninho avançou em velocidade e tocou para Victor Simões fazer o papel de garçom com um toque de calcanhar, o capitão alvinegro ficou de frente para o gol e fuzilou levantando a massa. Botafogo 1 a 0.

O jogo caiu muito de ritmo e somente aos 30 minutos veio outro lance de emoção, e nada bom para o torcedor do alvinegro. Reinaldo sentiu um estiramento na coxa e pediu para ser substituído. Diego entrou em seu lugar. O Americano quase empatou o jogo aos 40 minutos de jogo, quando Kieza, que infernizou a zaga do Botafogo, invadiu a área e chutou cruzado para defesa de Renan.

Na volta para o segundo tempo o Bota voltou meio desligado, sabia que estava se classificando com o resultado e a vontade do primeiro tempo deu lugar a displicência. Logo com dois minutos, em troca de passes na defesa, Leandro Guerreiro se enrolou todo e Kieza chutou forte e Renan espalmou, depois Fahel afastou o perigo.

O Botafogo parecia não querer jogo, os contra-ataques não funcionavam devido aos erros no último passe e assim o Bota não chegava. Aos 20 minutos, o gol de empate. Éberson fez um lançamento perfeito para Kieza que apenas tocou na saída de Renan. 1 a 1, o resultado estava eliminando o fogão, o Engenhão estava calado.

A partir de então o Bota tinha um pouco mais de 20 minutos para buscar dois gols e se classificar diretamente, ou então fazer mais um e levar aos pênaltis. Thiaguinho limpou o zagueiro e chutou para fora aos 23. Aos 37 minutos, Maicosuel cabeceou para fora um cruzamento de Victor Simões. Aos 39 minutos o Americano quase eliminou o Botafogo, mas Kieza desperdiçou boa oportunidade, um minuto depois Maicosuel acertou o travessão.

A medida em que o tempo passava vinha o pensamento no torcedor do Botafogo: "Porque no Botafogo tudo é mais difícil?" Já passavam dos 43 minutos quando Jéferson evitou, em dois tempos, um chute cruzado de Maicosuel. Só que aos 47, em saída errada da defesa, Maicosuel avançou em velocidade e chutou no cantinho, sem chances. Botafogo 2 a 1. Parecia inacreditável esse resultado do Glorioso.

Na disputa de pênaltis, Maicosuel deu uma paradinha, o goleiro caiu e ele desperdiçou acertando a trave. Mesmo desperdiçando, Maicosuel ganhou o reconhecimento da torcida que o aplaudiu. Depois, Juninho, Léo Silva, Victor Simões e Leandro Guerreiro marcaram para o Botafogo, mas Kieza, Carlão, Paulo Henrique, Ernani e Pirão marcaram para o time de Campos e o Bota, mesmo querendo muito a classificação, foi eliminado.

BOTAFOGO 2 X 1 AMERICANO

NOS PÊNALTIS: 4 X 5

Local: Engenhão, Rio de Janeiro (RJ)
Data/hora: 16/04/09 - 19h30 (horário de Brasília)
Árbitro: Djalma José Beltrami Teixeira (RJ)
Assistentes: Eduardo de Souza Couto (RJ) e Flavio Manoel da Silva (RJ)
Renda/público: R$ 142.235,00 / 17.809 pagantes (19.229 presentes)
Cartões amarelos: Victor Simões, Wellington e Alessandro (BOT) Diego Sales, Renan e Élson (AME)
GOLS: Juninho, 18'/1ºT (1-0), Kiesa, 20'/2ºT (1-1) e Maicosuel, 46'/2ºT (2-1)

BOTAFOGO: Renan, Fahel (Jean Coral, 27'/2ºT), Juninho e Wellington (Gabriel, intervalo); Alessandro, Leandro Guerreiro, Léo Silva, Maicosuel e Thiaguinho; Reinaldo (Diego, 29'/1ºT) e Victor Simões - Técnico: Ney Franco.

AMERICANO: Jeferson, Elson, Carlão e Anderson; Paulo Henrique, Pirão, Renan, Éberson (Elias, 38'/2ºT) e Ernani; Diego Sales (Diego, 27'/2ºT) e Kieza - Técnico: Toninho Andrade.

2 comentários:

Germano disse...

Pô, Ricardo, podia ter perdido no domingo e vencido hoje!!!
Abraços.

Gustavo Neves disse...

O time mostrou depender muito do Maicossuel. Se o Flamengo marcar direitinho, e com o Bota sem Juninho e Alessandro, o Fogo será presa fácil.
Se o Reinaldo ficar de fora então...