Campeonato Brasileiro
[23/10 e 24/10] .::. Atlético-PR x Fluminense / Botafogo x Vitória / Vasco x Flamengo .::.

sexta-feira, 27 de fevereiro de 2009

ROTINA

Créu velocidade 3 (semifinal da Taça Guanabara 08 e 09 e final da Taça Rio 08)
Foto: Lancenet


Torcedores do Glorioso,

Alguém aí duvidava da classificação do Botafogo para a final da Taça Guanabara? Na fase de classificação poderia até ser, mas depois, na semifinal, quando enfrentamos nosso freguês não havia como deixar de carimbar a passagem para o Maraca no dia do aniversário da cidade maravilhosa. E o flusão, coitado, não adiantou "roubar" os ídolos dos rivais, mostrou, mais uma vez, que futebol é camisa e não qualidade. Fahel fez o quarto dele na temporada (Diguinho fez três, em três anos de Botafogo) e deu números finais, 1 a 0 Fogão.

Antes de a bola rolar para a semifinal no maior do mundo, o Mesquita bateu a Cabofriense por 2 a 1 e classificou-se a final do Torneio Moisés Mathias de Andrade, onde encara o Americano de Campos, ou seja, só deu alvinegro no primeiro turno do campeonato. Botafogo e Resende fazem a final da Taça Guanabara e Mesquita e Americano medem forças em busca do Mathias de Andrade, se não tivessem garfado o Vasco então...

A bola rolou e em campo havia um Botafogo de esquema enigmático, sim, no papel era um 3-6-1, mas no campo um 3-5-2 perfeito em todos os setores, Maicosuel chegava ao ataque fazendo dupla com REInaldo. A superioridade do Botafogo em cima da crença tricolor no esquema defensivo do fogão fez a partida tomar as cores alvinegras. O tricolor teve a primeira chance, com Thiago Neves que tremeu frente a Renan e mandou a redonda para fora.

O fogo não demorou a responder, jogada linda no ataque e Reinaldo arrematou para defesa bonita de FH. As equipes voltaram a diminuir o ritmo de jogo minutos depois e os lances no ataque já não saiam mais. A partir dos 20 minutos que o setor de criação voltou a funcionar e o Flu quase marcou novamente em uma cabeçada de Conca. Aos 41, Reinaldo tomou a bola da defesa, invadiu a área e bateu, Fernando Henrique jogou para escanteio. Depois de duas cobranças, Maicosuel jogou na cabeça de Fahel que balançou a rede. 1 a 0.

No segundo tempo o Botafogo diminuir o ritmo e deixou o Fluminense chegar. Time pequeno é assim, tem que esperar o grande dar espaço para poder, enfim, atacar. E o Flu tentou de todas as formas, pelas laterais, pelo meio, chutes de longa distância, pediu ajuda aos céus cantando "João de Deus", mas nada de conseguir marcar e no final recebeu um sonoro "Créu" que eles tanto gostam.

Só fico pensando agora a felicidade do Diguinho, vem jogando mal, não classificou para a final, pode perder a vaga de titular e ainda vê a torcida do fogão feliz com sua saída já que Fahel supriu com sobras sua ausência.

Domingo o Maracanã vai ser colorido com as cores que ele mais gosta, o preto e o branco. Muito cuidado com o Resende, nada de cantar vitória antes do tempo como certos times fizeram e acabaram proporcionando um vexame histórico.

2 comentários:

Gustavo Neves disse...

Sou rubro-negro, mas sequei demais o Flor por causa da putaria que fizeram contra o Vasco, coisa de time de terceira divisão, se fuderam, vão trazer Fred e vão se fuder de novo.
Obrigado cachorrada, por me proporcionar ver a cara de cu do Thiago Neves depois do jogo.
SRN!

Sobre o Futebol Carioca disse...

é hoje!