Campeonato Brasileiro
[23/10 e 24/10] .::. Atlético-PR x Fluminense / Botafogo x Vitória / Vasco x Flamengo .::.

domingo, 15 de fevereiro de 2009

UM GOSTINHO DE DERROTA

Thiaguinho tenta a marcação
Foto: Lancenet

Torcedores do Glorioso,

Poderia ser melhor. O Botafogo foi até a casa do adversário para encarar o Flamengo cheio de modificações. A esperança do Glorioso era sair vitorioso para dar um grande passo e classificar-se em primeiro do grupo, de quebra, levaria o mengo ao primeiro insucesso da Taça Guanabara. O time até que se comportou bem, destaque positivo para Renan que pegou pênalti e fez uma de suas melhores partidas, no fim das contas, um gol de Josiel, no final, decretou o empate. O gol do Bota foi de Batista.

As equipes se estudaram até um pouco além dos dez minutos, quando ambos descobriram a chave para furar a defesa, nesse quesito o fogão levou a melhor porque marcou primeiro. A jogada começou com Alessandro que deu um belo passe de três dedos, após isso, Reinaldo tabelou com Batista que deu um chutaço no canto direito de Bruno, sem chances: Glorioso 1 a 0.

Até o exato momento, Cuca, treinador do Fla, estava conseguindo uma façanha: Perder três clássicos entre Botafogo e Flamengo jogando por times diferentes. E o velho Cuca parece estar o mesmo desde os tempos de fogão com suas estranhas e mirabolantes substituições fora o esquema tático surreal. Enquanto o Fla batia cabeça na zaga o Bota deixava de matar o jogo: Aos 25, Alessandro descolou bom cruzamento e Diego, sozinho na marca do pênalti, cabeceou nas mãos de Bruno.

As chances perdidas no clássico continuaram, só que desta vez para as duas partes. Aos 30 minutos Obina não dominou um cruzamento de Egídio e trombou com Renan sendo vaiado pela galera presente. Com inveja do Fla, o Botafogo também perdeu seu gol feito com Túlio Souza que botou a redonda para descançar lá nas cadeiras azuis. No final ainda deu tempo do goleiro Renan se destacar em dois chutes de Jonatas.

Na volta para o segundo tempo o Botafogo diminuiu o ritmo, em compensação o Fla veio com muita velocidade e arrumou um pênalti aos 5 minutos. Alessandro, infantilmente, empurrou o lateral Egídio. Caso o Flamengo marcasse, o jogo iria ficar tenso porque a possibilidade de virada seria maior. Obina foi pra bola e Renan catou no canto esquerdo, defesaça do goleiro - que se adiantou um pouco, é verdade - impedindo o empate.

A torcida do Botafogo agradeceu ao "artilheiro" do mengo com os gritos de "Ohhh, Obina é um M...". Mesmo perdendo o pênalti e em desvantagem no placar, o Flamengo seguia melhor no jogo, o tradicional recuo do Botafogo se fez presente. Inexplicavelmente Ney Franco colocou Jougle em campo, num clássico, está querendo queimar o garoto, a única coisa positiva que ele fez foi acalmar Reinaldo e Triguinho quando esses quase trocaram socos em uma falta próxima a área.

No lado do Fla Cuca tirou Obina e colocou Josiel, o Flamengo estava afim do empate. Para isso teria que passar por Renan, inspiradíssimo o goleiro evitou um gol contra de Leandro Guerreiro e logo depois salvou com um soco o chute de Jonatas. Já passavam dos 30 minutos quando o Botafogo decretou que não atacava mais, a essa altura até as alterações de Ney Franco eram para posicionamento defensivo. Renan seguia salvando o Botafogo lá atrás, mas já nos acréscimos, aos 47, não deu mais.

Lançamento para a área, a zaga do Bota não coseguiu cortar e a bola sobrou limpinha para Zé Roberto, o ex-botafoguense bateu firme na bola e Renan fez mais uma defesa linda, porém Josiel estava no lance, e desmarcado, para escorar e empatar tudo. Com o resultado o Botafogo permaneceu em segundo e deve encarar o Fluminense, mas ainda espera o julgamento que pode devolver os pontos ao Vasco e assim o adversário mudaria passando a ser o cruzmaltino.

FICHA TÉCNICA:



2 comentários:

Gustavo Neves disse...

Esse jogo foi até engraçado, por que os dois times sofrerem com as teimosias dos ex-treinadores do adversário: Ney Franco e suas retrancas aos 10 minutos do segundo tempo e Cuca com seus esquemas mirabolantes que enrolam os próprios jogadores.
Nada mais justo que um empate.
SRN!

sobreofutebolcarioca disse...

jogo FEIO