Campeonato Brasileiro
[23/10 e 24/10] .::. Atlético-PR x Fluminense / Botafogo x Vitória / Vasco x Flamengo .::.

quarta-feira, 29 de julho de 2009

NO SUFOCO

Amigos vascaínos,

Quem não vive o Vasco às vezes não entende o motivo da implicância da torcida com Alex Teixeira. Jovem, veloz e habilidoso, conseguiu, mesmo no time do ano passado, algum destaque. Porém, a cobrança é proporcional a expectativa. E antes mesmo de que ele fizesse seu primeiro jogo como profissional, o então presidente Eurico Miranda estipulou a multa rescisória em R$ 100 milhões. Alex então ficou conhecido como o garoto de R$ 100 milhões e suas atuações acabaram não justificando tamanha alcunha. Pois bem. Ontem ele jogou como gente grande, conduziu o Vasco à vitória por 2x1 sobre o Fortaleza e mostrou que pode sim ser um grande jogador.

O público acabou comparecendo em número apenas mediano: o péssimo horário, aliado ao frio e a chuva, além do fato de ser fim do mês, afastaram um pouco a galera da Colina.

O primeiro tempo não foi bom para o Vasco. O Fortaleza defendia com oito jogadores atrás da linha da bola e nos restava tocar a bola ou procurar uma jogada individual. A saída da Paulo Sérgio (lesionado) e a péssima atuação de Ramon, dificultaram nossa missão. As melhores chances foram em chutes de fora da área.O Fortaleza também apelava pras faltas, com a complacência do árbitro, que apenas deu cartões aos 38 minutos, após Carlos Alberto receber uma dúzia de faltas. Somente após os 45 minutos, o time acordou. Alex Teixeira errou um passe e vieram as vaias. Falei com minha irmã: "o cara é o único que tá tentando e nego vaia". Segundos depois, a bola voltou para o pé dele, que fez grande jogada e abriu o placar. Vascão 1x0. O coroa que tava na minha frente falou: "tu sabe pra caramba" (hehe).

Aos 48, Vilson apareceu pela direita e foi derrubado na área. Pênalti claro, que o árbitro ignorou. Se fosse no boxe, o Vasco teria vencido o primeiro tempo por pontos. Como é futebol, o 1x0 era justo.

Esperava-se que Dorival mexesse no time no intervalo, colocando Phillipe Coutinho. O garoto porém só entrou aos 18. Mesmo assim, o Vasco era melhor e criava alguns lances. Aos 15, porém, sofreu um golpe. Cristian bateu escanteio, Carlos Alberto furou no primeiro pau e Amaral desviou contra o patrimônio. No estádio, ninguém viu que desviou no camisa 5 e só hoje de manhã fiquei sabendo. 1x1

Com mais jogadores de habilidade, o Vasco melhorou. Os adversários precisavam marcar três meias de muita qualidade (Coutinho, Alex e Carlos Alberto). Após passe de CA, Alex entrou na frente do zagueiro, que o puxou levemente pela camisa e o juiz marcou pênalti. Foi muito menos pênalti que o do primeiro tempo, mas como as arbitragens na Série B são péssimas, acabaram compensando.

O infrator foi expulso. Na cobrança, Adriano deslocou o goleiro e desempatou. Vascão 2x1!
Com mais espaço para jogar, o Vasco quase chegou ao terceiro com Robinho, que driblou o goleiro, mas perdeu o ângulo e chutou pra fora. Phillipe Coutinho dava show, mostrando toda sua categoria, enquanto Carlos Alberto abria os espaços. Aos 30, Mateus foi burramente expulso, deixando os dois times com 10 jogadores. Alex Teixeira precisou ir pra lateral direita, totalmente exausto, mas sem dar espaços. O time conseguiu resistir à pressão e levou a vitória.

Sábado temos o Juventude e mais uma chance de voltar ao G4. Força Vascão!

O Vasco atuou com: Fernando Prass, Paulo Sérgio (Mateus), Vilson, Titi e Ramon; Amaral, Nilton, Souza (Philippe Coutinho) e Alex Teixeira; Carlos Alberto e Adriano (Robinho).
.
Muitos podem se lamentar pelo Vasco ainda não ter entrado no G4. Prefiro ver de outra forma. Agora estamos a apenas três pontos da liderança e com duas vitórias nas próximas duas partidas podemos chegar no lugar onde temos a obrigação de estar.

Não nos cabe ficar segando A, B ou C. Temos de ganhar e naturalmente os outros vão tropeçar. O Guarani é a prova viva e podem apostar: esse logo logo sai do G4.

Sobre o jogo, louros a quem merece. Alex Teixeira decidiu o jogo. Fez o gol e sofreu o pênalti. O que dizer mais? Erradamente a torcida o vaiava no primeiro tempo, já que ele era o único que vinha atrás buscar bola pra começar as jogadas. Errava um passe ou outro, mas só erra quem tenta.

No mais, achei que não era necessário três volantes nesse jogo. Amaral é marcador, enquanto Nilton e Souza são passadores. Contra um time todo fechado, só chegaríamos ao gol em uma jogada individual ou em bola parada. Ter dribladores no time, seria melhor, como foi no segundo tempo.

Felizmente vencemos. Um time bem fraquinho, que poderíamos ter goleado, mas não dá pra lamentar. Os três pontos são o mais importante e nessa embolação que está a Série B, vitória por 1x0 tem que ser muito comemorada.
.
Sds vascaínas a todos!

2 comentários:

Sobre o Futebol Carioca disse...

foi sufoco mesmo

Fernando Gonzaga disse...

nesta hora meu amigo, o que vale são os três pontos...o objetivo do Vasco tem de ser ficar entre os 4 primeiros, jogar bonito é um mero detalhe...

abraço!!