Campeonato Brasileiro
[23/10 e 24/10] .::. Atlético-PR x Fluminense / Botafogo x Vitória / Vasco x Flamengo .::.

sexta-feira, 30 de janeiro de 2009

VITÓRIA POLÊMICA 2

Marcelinho Paraíba entra em campo e decide
Foto: Globoesporte.com


Torcedores do Mais Querido do Brasil

O Flamengo venceu o Bangu, por 2 a 1, no Estádio Raulino de Oliveira, pela segunda rodada da Taça Guanabara. Marcelinho Paraíba, de pênalti, e Ronaldo Angelim anotaram para o Fla, e o atacante Rafael Soeiro descontou para o Alvirrubro. O rubro-negro segue líder do Grupo B ao lado do Botafogo com seis pontos e o Bangu é lanterna com zero.

Novamente a arbitragem foi a máxima da partida. Pênaltis duvidosos a favor do Flamengo e dois impedimentos não existentes, um para cada lado, mancharam o trio de arbitragm que apitou a partida em Volta Redonda.

O Fla começou mal a partida, sem nenhuma objetividade, mesmo apoiado pela torcida que compareceu ao estádio Raulino de Oliveira. Não há mudança entre Caio Júnior e Cuca taticamente. Nessas duas partidas da Taça Guanabara, o ritmo empregado e o estilo de marcação e ataque são os mesmos.

Os laterais são a válvula de escape do Mengão, que muita das vezes afunilam as jogadas pelo meio, na função de armadores. Airton é “improvisado” como um terceiro zagueiro ao lado de Fábio Luciano e Ronaldo Angelim, e o novato Willians, que veio do Santo André, ainda não mostrou o seu potencial. Está fazendo até então o feijão com arroz.

Kléberson, com toda sua bagagem parece ter um final de carreira melancólico. É um jogador do elenco que mais é aguardado uma atuação de gala, porém são raros esses momentos. Ibson, continua na garra e na tentativa de arrumar o setor, mas “uma andorinha não faz verão”. O jovem Everton, que substituiu Marcelinho Paraíba, barrado pelos índices técnicos e físicos, jogou bem, mas precisa de mais tempo para se acostumar à pressão do que é vestir a camisa do Flamengo. Já o bravo Obina (tsic, tsic), é insistente, mas não percebeu que ele é o Obina, o cara aguerrido, sem muita habilidade, mas que resolve. O Anjo Negro deve parar de querer firular. Deixa isso para quem sabe. A função dele é balançar a rede de maneira simples.

O Flamengo começou desorganizado, alçando bolas na área, sem nenhuma objetividade. O Bangu, após penar por anos na Segunda Divisão do Campeonato Carioca, começou tímido, mas foi se soltando no jogo e dando trabalho a zaga.

Aos 38, o pênalti a favor do Flamengo. A torcida pediu para o goleiro Bruno cobrar, mas Obina pegou a bola e partiu para a cobrança com paradinha e carimbou a trave.

No intervalo, Cuca tirou Kléberson e pôs a campo o “barrado” Marcelinho Paraíba. O Flamengo melhorou um pouco, mas esbarrava na boa atuação do goleiro do Bangu, Diogo.

Aos 12, o time alvirrubro abriu o placar. O experiente Douglas Silva, ex-Flamengo, soltou a bomba, Bruno espalmou para dentro da área, e Rafael Soeiro completou livre para o fundo das redes. Bangu 1 a 0.

Após o gol, o Mais Querido do Brasil começou a criar a cara e o jeito que a torcida está acostumada a ver. Airton foi sacado para a entrada do bom meio-campo Jonatas. O Flamengo começou a criar mais e pressionar. O Bangu se sentiu acuado, e sofreu o gol de empate aos 40 minutos em outro pênalti a favor do time da Gávea. Marcelinho Paraíba cobrou bem, deslocando o goleiro e empatou. 1 a 1.

No apagar das luzes, Ronaldo Angelim marcou o gol da vitória de cabeça após cruzamento de Marcelinho Paraíba. Entretanto, houve dois gols, um para cada lado, que foi anulado pela arbitragem, sujando ainda mais a ficha dos homens do apito.

O Flamengo se beneficiou e vai buscar a terceira vitória consecutiva e os 100% de aproveitamento, domingo, no estádio Raulino de Oliveira, contra o Volta Redonda, time da casa.

FICHA TÉCNICA
BANGU 1 X 2 FLAMENGO


Local: Estádio Raulino de Oliveira, em Volta Redonda (RJ)
Data: 29 de janeiro de 2009, quinta-feira
Horário: 16h30 horas (de Brasília)
Árbitro: Djalma Beltrami
Assistentes: Dibert Pedrosa Moisés e Cláudio José de Oliveira
Público: 4.694 pagantes (total de 6.027)
Renda: R$ 64.330,00
Cartões amarelos: Edinho, Bruno Luiz, Douglas Silva, Márcio Cleick, Marcus Vinícius, Willian, Rafael Soeiro (Bangu); Kleberson, Ibson (Flamengo)


BANGU: Diogo; Uilliam (Flavinho), Abílio, Marcio Cleick e André Oliveira; Edinho, Douglas Silva, Paulo Roberto (Rafael Soeiro) e Marcus Vinicius; Somália (Sassá) e Bruno Luís
Técnico: Edson Souza

FLAMENGO: Bruno (6.5); Fábio Luciano (6.0), Aírton (5.5) (Jônatas - 6.5) e Ronaldo Angelim (6.5); Leonardo Moura (6.0), Willians (5.5), Kléberson (5.0) (Maxi - 6.0), Ibson (6.0) e Juan (6.0) (Marcelinho Paraíba - 6.5); Everton (5.5) e Obina (5.5)
Técnico: Cuca (6.0)


VIDEOBLOG - BANGU 1X2 FLAMENGO

Um comentário:

Sobre o Futebol Carioca disse...

ESSE VITORIA DO FLAMENGO HEIN.
QUE LENÇOL O O BINA DEU NO ZAGUEIRO FOI FEIO.
SE FOSSE COMIGO EU QUEBRAVA A PERNA RSRS